Assista cultos ao vivo

sábado, 18 de abril de 2015

MENINA COM NOVE ANOS É ESTUPRADA POR DEZ TERRORISTAS DO ESTADO ISLÂMICO.


Limite é uma palavra (e um conceito) que parece não fazer parte do vocabulário dos terroristas do Estado Islâmico. Uma menina de 09 anos de idade, da minoria yazidi, foi estuprada por 10 extremistas islâmicos e ficou grávida.
A notícia estarrecedora correu o mundo na última quarta-feira, 15 de abril, após denúncia feita pelo jornal inglês The Independent.
A minoria étnica yazidi, assim como os cristãos do Iraque, são perseguidos pelos jihadistas, e muitas das mulheres de ambos os grupos foram feitas reféns durante a tomada dos territórios pelo Estado Islâmico.
A criança ficou em cativeiro e foi violentada sexualmente por 10 homens, definidos como “monstros” pelo jornalista Lucandrea Massaro, do site Aleteia. O caso só foi descoberto por causa da intervenção de uma ONG curda, que a resgatou e enviou à Alemanha, onde está recebendo tratamento.
Yousif Daoud, agente humanitário que participou da ação, afirmou que a criança ficou “mental e fisicamente traumatizada” com os abusos sofridos, e não está descartada a hipótese de que ela não consiga superar as memórias da violência sofrida.
“Além disso, ela é tão jovem que pode morrer se der à luz um bebê. A cesariana também é perigosa”, disse Daoud.
Os agentes que a encontraram disseram que ela estava “em péssimo estado”, e precisava de cuidados urgentes: “Tinha sido estuprada por não menos que dez homens, a maioria milicianos na linha de frente, que ‘ganham’ meninas como recompensa”.

Fonte: jornal canadense The Star.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

ANSIEDADE, QUANDO O FUTURO PARECE SOMBRIO.



Ansiedade é a doença mais democrática da nossa geração. Atinge pobres e ricos, jovens e velhos, doutores e analfabetos, cristãos e ateus. Ansiedade é ocupar-se com um problema que ainda não está acontecendo. É sofrer antecipadamente. É deixar de viver de forma plena hoje com medo do amanhã. A ansiedade é o estrangulamento da alma, a asfixia das emoções, o cárcere da esperança.
Veja o que a Bíblia diz:
1 Pedro 5:7 - Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.
Vamos examinar três pontos importantes sobre o assunto em tela:
Em primeiro lugar, as causas da ansiedade. Há muitas causas que provocam a ansiedade. Destacaremos algumas: Primeiro, a fraqueza inerente de nossa natureza humana. Somos absolutamente dependentes. Somos extremamente fracos e vulneráveis. Podemos ser vencidos por um vírus ou uma bactéria menor do que um cisco. Segundo, as circunstâncias adversas. Não conhecemos o futuro nem administramos as circunstâncias à nossa volta. As rédeas da nossa vida não estão em nossas mãos. Estamos sujeitos às intempéries e vicissitudes da vida. Terceiro, relacionamentos turbulentos. As pessoas nos fazem sofrer mais do que as circunstâncias. As pessoas nos decepcionam e nós decepcionamos as pessoas. Quarto, o cuidado com as coisas materiais. Ficamos ansiosos acerca do que havemos de comer, beber ou vestir. A preocupação com as coisas materiais nos consome e torna nosso futuro sombrio.
Em segundo lugar, a natureza da ansiedade. A ansiedade não é apenas uma doença, mas sobretudo, um pecado. A ansiedade é inútil, pois não podemos alterar as circunstâncias pelo fato de ficarmos ansiosos. Na verdade, por mais ansiosos que estejamos não podemos acrescentar um dia sequer à nossa vida. A ansiedade é prejudicial, pois em vez de nos ajudar a resolver os possíveis problemas do amanhã nos enfraquece para enfrentar os reais problemas do hoje. A ansiedade é ainda um sinal evidente de incredulidade, pois aqueles que não conhecem a Deus é que se preocupam com que vão comer, beber ou vestir. Nós devemos buscar em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça, sabendo que as demais coisas nos serão acrescentadas. Ficamos ansiosos porque duvidamos da fidelidade de Deus e pensamos que podemos administrar nossa própria vida.
Em terceiro lugar, a cura para a ansiedade. O apóstolo Paulo diz que não devemos andar ansiosos de coisa alguma. A solução que ele apresenta é enfrentarmos a ansiedade com adoração, petição e ações de graças. Adorar a Deus é proclamar quem Deus é. Pedir a Deus é confiar no que Deus dá e dar graças a Deus é anunciar o que Deus faz. A maioria dos nossos problemas decorre do fato de não conhecermos suficientemente a Deus. O profeta Daniel diz que o povo que conhece a Deus é um povo forte. Se Deus alimenta os pássaros do céu e veste os lírios do campo, quanto mais ele é poderoso para cuidar dos seus filhos! Em vez de vivermos dominados pela ansiedade, devemos experimentar a paz de Deus que excede todo o entendimento. Nosso coração é um território que jamais fica vazio. Está sempre cheio de alguma coisa. Será povoado pela ansiedade ou repleto de paz. Se tentarmos atrair para nós todo o cuidado da nossa vida, seremos vencidos pela ansiedade, mas se depositarmos aos pés do Senhor toda a nossa ansiedade, seremos inundados pela paz de Deus, a paz que excede todo o entendimento.
A ansiedade é uma doença e um pecado. Para a doença tem cura; para o pecado tem perdão. Não precisamos viver estrangulados hoje, sufocados pelo medo do amanhã. Podemos experimentar o melhor de Deus hoje, sabendo que o futuro nos reserva bênçãos ainda maiores. Nossa vida não é um barco à deriva no mar da vida, mas uma nau governada pelo Senhor, que mesmo navegando por águas revoltas e assolada por tempestades borrascosas, chegará salva e segura no porto destinado por Deus, nas praias áureas da eternidade.
Fonte: http://hernandesdiaslopes.com.br/




domingo, 5 de abril de 2015

A GLOBO COMEÇOU UMA VERDADEIRA OPERAÇÃO DE SALVAMENTO, PARA RESGATAR A AUDIÊNCIA DA NOVELA BABILÔNIA.


Em ‘Império’, Aguinaldo Silva esperou o último capítulo para levar ao ar selinho entre personagens gays (Divulgação/ Globo)





Aguinaldo Silva, 71, autor de ‘Império’, gerou um mal estar entre os autores da Globo ao fazer uma declaração polêmica durante entrevista ao programa ‘Diálogos' da Globonews. “O que a novela almeja? É a audiência. Então você tem que ter muito cuidado com os temas sobre os quais fala”, disse o autor sobre a polêmica dos beijos entre casais homossexuais das novelas.



Na novela ‘Império’, Aguinaldo Silva esperou até o último capítulo para escrever a cena de um selinho entre os personagens de Klebber Toledo e José Mayer. Já na novela ‘Babilônia’, as personagens de Fernanda Montenegro e Nathália Thimberg se beijaram logo no primeiro capítulo, gerando polêmica e fazendo com que grupos conservadores sugerissem boicote à trama.



Leia mais:

Lucas Lucco posta foto da infância no dia do aniversário

Caio Castro e Maria Casadevall trocam carinhos em fila de teatro



Além das polêmicas, a baixa audiência de ‘Babilônia' também pode ser explicada pela rejeição à mocinha Regina, vivida por Camila Pitanga. Durante a semana passada, a Globo começou uma verdadeira operação de salvamento para tentar recuperar a novela.





sábado, 4 de abril de 2015

CONFRATERNIÇÃO DO CIRCULO DE ORAÇÃO NA AD DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS, REUNE MAIS 4 MIL PARTICIPANTES.


Nos dias 20 a 23 de março de 2015, com um público aproximadamente 4 mil pessoas, a Assembleia de Deus em São José dos Pinhais realizou a 9ª Confraternização  do Circulo de Oração.
Sob a Presidência do Pastor Ival Teodoro da Silva e Coordenação da Professora Aparecida Alves da Silva. O Coral Unidas para Louvar, mais uma vez ultrapassou as mil participantes. O Coral Unidas para Louvar tem como regentes a Pedagoga Telma Custódio e a cantora Rogéria Rosa.
Pastor Samuel Ribeiro (RJ) e Pastor Ival Teodoro da Silva, ministraram a Palavra e foram poderosamente usados nas mãos do Senhor.
Pastor Izaias Cardozo dos Santos, Presidente da AD de Foz do Iguaçu
e primeiro Vice Presidente da CIEADEP, esteve prestigiando este grande evento, além de outras autoridades Municipais.
Os cultos foram realizados no Ginásio de Esporte Ney Braga (sexta-feira, sábado e domingo), e o seu encerramento se deu na Sede da Assembleia de Deus na segunda-feira.
O evento tem abalado a cidade e demonstra a união e organização da Igreja em São josé dos Pinhais.
Fotos: Cercal Produções

quinta-feira, 2 de abril de 2015

IGREJA PRESBITERIANA NOS EUA, APROVA CASAMENTO GAY



Integrantes da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos decidiram nesta terça-feira (17) aceitar o casamento de pessoas do mesmo sexo. Foram três décadas de debate até que os religiosos resolveram incluir o casamento gay na Constituição da igreja.
A alteração tira a parte que aceitava a união “entre um homem e uma mulher” e coloca como casamento a união “entre duas pessoas, tradicionalmente um homem e uma mulher”.
Líderes como o diretor da Rede Aliança de Presbiterianos, reverendo Brian Elisson, comemoraram a decisão. “Finalmente a igreja, em seus documentos constitucionais, reconhece plenamente que o amor de gays e lésbicas é digno de ser celebrado pela comunidade da fé”, disse ele que há anos defende a inclusão de gays na igreja.
Carmen Fowler LaBerge, presidente do Comitê conservador Lay Presbyterian, disse em um comunicado que isso demonstra que a PCUSA rendeu-se às normas sociais. “Qualquer voz profética que a denominação um dia teve de falar a verdade e chamar as pessoas ao arrependimento já está perdida”, afirmou LaBerge.
“Tudo o que a (PCUSA) pode fazer agora é ecoar as vozes do mundo pois ela abandonou o vibrante apelo à levar o testemunho fiel do Deus que falou claramente sobre o assunto.”
Desde 2011 a denominação tem aceito a ordenação de homossexuais como pastores, fato que fez com que muitos fiéis deixassem de frequentar a igreja.
A Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos é a maior denominação presbiteriana do país tendo cerca de 1,8 milhão de fiéis. É importante salientar que a denominação é um corpo separado da Igreja Presbiteriana da América (PCA), que não mudou sua postura tradicional sobre o casamento gay.

Seguidores