Assista cultos ao vivo

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

"MORRE O PRIMEIRO MISSIONÁRIO ESPANHOL, VÍTIMA DA EBOLA".


O missionário espanhol Miguel Pajares, o primeiro europeu infectado pela epidemia de ebola que já matou mais de mil pessoas na África Ocidental, morreu em um hospital de Madri, informaram as autoridades de saúde da cidade espanhola nesta terça-feira (12).

"Ele morreu às 9h28 (4h28 de Brasília)", afirmou um porta-voz do hospital La Paz-Juan Carlos III.

Pajares, de 75 anos, contraiu a doença no hospital Saint Joseph de Monróvia, onde trabalhava na Libéria para uma organização governamental. Ele foi levado para a Espanha no dia 7 de agosto, se tornando a primeira pessoa a ser tratada da doença na Europa.

Esta é a quarta morte nos últimos 10 dias de um funcionário do hospital Saint Joseph da capital da Libéria, vinculado à ordem religiosa de São João de Deus e fechado pelas liberianas desde 1 de agosto.

Pajares chegou muito debilitado à Espanha na última quinta-feira, em um avião militar, com a freira Juliana Bonoha, também espanhola, que não tem o vírus.

O religioso, internado sob fortes medidas de segurança sanitária, havia pedido que a evolução de seu estado de saúde não fosse divulgada.

O Ministério da Saúde disse que ele estava sendo tratado com o medicamento experimental ZMapp, fabricado pela companhia norte-americana Mapp Biopharmaceutical. Dois trabalhadores humanitários norte-americanos infectados pela doença têm mostrado alguns sinais de melhora desde que receberam o medicamento.

O número de mortos infectados pelo vírus Ebola foi a 1.013, segundo último balanço divulgado nesta segunda-feira (11) pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O número de casos registrados foi a 1.848, de acordo com o organismo.

Pouca segurançaNos últimos dez dias, a epidemia matou quatro funcionários do hospital São José de Monróvia, incluindo seu diretor, o camaronês Patrick Nshamdze.

O centro, dependente da ordem religiosa espanhola San Juan de Dios, foi fechado no dia 1 de agosto pelas autoridades liberianas.

A porta-voz da ordem reconheceu na segunda-feira à AFP falhas na tomada de precauções após um exame defeituoso realizado no falecido diretor que não mostrava nenhum sinal de ebola.

"Teme-se que, como o exame de Patrick primeiro deu negativo, muitos relaxaram. Certamente não seguiram tomando as mesmas medidas de segurança tão rígidas", afirmou Adriana Castro.

"É provável que assim Pajares tenha sido contagiado e possivelmente o vírus se espalhou de Pajares entre as pessoas que estão ali", afirma.

O ebola, que provoca febre e nos piores casos hemorragias constantes, é transmitido pelo contato com uma pessoa infectada através de fluidos corporais como suor, sangue ou secreções.

Em uma carta dirigida a sua família publicada pelo jornal espanhol El Mundo, Pajares lamentava a falta de precauções: "Hoje tivemos a primeira morte por Ebola no hospital. Muitos dos que trabalham aqui, incluindo eu, estiveram em contato com o falecido, e não tínhamos luvas para nos proteger", escreveu no dia 9 de julho.

Cinco dias mais tarde disse: "Parece mentira, mas nos faltam as coisas mais elementares para a prevenção: luvas, roupas isolantes, máscaras, desinfetantes, etc".

Em abril, a OMS recomendou que os trabalhadores do setor de saúde tomassem precauções devido ao risco de contágio mesmo quando o Ebola não estivesse confirmado nos pacientes.

O último surto deste vírus, que segundo esta organização é o pior desde a descoberta desta doença, há quatro décadas, matou mais de 1.000 pessoas, de 55% a 60% das pessoas infectadas.

Fonte: Um porta-voz do hospital La Paz-Juan Carlos III.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

"Celebridades expõe o drama da depressão masculina".



As recentes mortes do ator e comediante Robin Willians e do humorista Fausto Fanti servem de alerta para uma condição que já atinge um terço da população – a depressão. Mais do que isso, eles são exemplos de como a grave doença pode levar ao suicídio.

VEJA TAMBÉM
  Cantor César Menotti revela internação   Depressão X Tristeza Mais

O presidente da Associação Mineira de Psiquiatria (AMP), Maurício Leão, diz que é difícil estabelecer uma conexão entre o fato de eles trabalharem com humor e o de terem se matado, uma vez que a causa da depressão pode ser de origem genética ou estar ligada a outras doenças, intoxicações e até ser reativa a determinadas situações de estresse. “Mas não são raros os casos de pessoas ligadas a arte, pintura, literatura e música. Muitos palhaços são deprimidos. É uma tentativa de expressar o oposto daquilo que sente dentro de si”, comenta.

Tida como um dos grandes desafios da contemporaneidade, a doença já é considerada a maior causa de afastamento do trabalho, segundo aponta Leão. “Apesar de ser mais frequente em mulheres do que em homens, a depressão atinge cerca de 30% da população e está presente em todas faixas etárias. A cada três pessoas, pelo menos uma teve, tem ou terá (depressão) em algum momento da sua vida”, diz.

A estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) é ainda mais pessimista, colocando a patologia como a principal causa de incapacidade e morte em todo o mundo em 2030, superando o câncer, o acidente vascular cerebral, as guerras e os acidentes.

Homens. O professor de psiquiatria da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, Ian Cook pesquisou como a depressão se manifesta de diferentes formas em homens e mulheres. “Os homens tornam-se irritados, agressivos, bebem mais do que o habitual, ou evidenciam excesso de trabalho. Esses comportamentos conduzem ao quadro da depressão, que, não sendo tratada, levará a consequências negativas, tais como o suicídio”, diz. (Veja infográfico)

Segundo Leão, essa diferença de comportamento pode ter uma característica cultural por trás. “Em geral os homens têm esse imaginário de que procurar ajuda muitas vezes significa fraqueza e, por isso, a depressão e o tratamento são mais negligenciados”, diz.

Além disso, o psiquiatra afirma que o problema ainda é visto com preconceito e sinônimo de frescura. “No consultório recebo todos os dias pacientes que dizem que a família ou os amigos acham que é bobagem procurar um médico e que bastaria sair mais de casa e se divertir. Porém, quem diz isso não percebe que para um deprimido até sair de casa passa a ficar difícil”, diz.

O cineasta mineiro Pablo Vilaça também questiona essa visão. “A depressão é uma doença. Não é ‘frescurite’. Não adianta ordenar que alguém fique alegre. Falo isso como alguém que luta diariamente contra a depressão há 24 anos”, escreveu em seu Facebook.

O presidente da AMP orienta que familiares e amigos sejam mais atentos. “Nas relações sociais os sintomas podem passar despercebidos, mas as pessoas mais próximas e observadoras podem notar um conjunto de sintomas, como a tendência isolacionista, não sentir o mesmo prazer em determinadas atividades, conversar menos, queixar-se mais de cansaço, ter dores de cabeça, musculares e no peito”, afirma Leão.
Veja o que diz a palavra de Deus: "lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós"! 1 Pe 5: 7. 
Sem Deus será impossível vencer a depressão!

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Na Síria, um cristão foi decapitado pelos radicais muçulmanos após ser forçado a negar a Jesus Cristo e confessar que Maomé é “o mensageiro de Deus”.


A cruzada dos extremistas islâmicos em perseguição aos cristãos ganhou um novo e chocante capítulo esta semana.
Na Síria, um cristão foi decapitado pelos radicais muçulmanos após ser forçado a negar a Jesus Cristo e confessar que Maomé é “o mensageiro de Deus”, de acordo com informações do portal Protestante Digital.
A ação de terror e violência foi filmada e publicada no YouTube, com legendas no idioma inglês. Os portais de notícia cristãos que repercutiram o caso entenderam a publicação do vídeo como uma espécie de afronta.
No vídeo, o homem cristão está de joelhos e cercado por extremistas mascarados e armados. Um dos carrascos o força a dizer que “não há Deus senão Alá” e “eu testemunho que Maomé é o mensageiro de Deus”.
A crueldade fica explícita quando o líder do grupo diz que “todos como aquele homem terão o mesmo fim, serão decapitados”. Na sequência, um militante armado com um facão agarra o cristão pelos cabelos e começa a decepar a cabeça do cristão, aos gritos de “Allahu Akbar Allah”, que significa “não há Deus senão Alá”.
A Síria, que vive uma guerra civil há três anos, era um dos países que menos oferecia perigo aos cristãos no Oriente Médio, segundo a Missão Portas Abertas. Após a chamada Primavera Árabe, o conflito político no país gerou uma guerra que pretendia derrubar o presidente do país, Bashar Al-Assad, reeleito recentemente.
Os rebeldes integram o grupo dos radicais islâmicos, e além de tomar o controle de algumas cidades, eles passaram a perseguir cristãos de forma indiscriminada, gerando um êxodo.
Em seu relatório deste ano, a Comissão das Nações Unidos sobre Liberdade Religiosa Internacional observou que hoje, a Síria é um dos países extremamente perigosos para os cristãos devido às ameaças terroristas de extremistas muçulmanos.

domingo, 10 de agosto de 2014

TEMA: "CUIDADO COM O SEXO OPOSTO".


TEMA: CUIDADO COM O SEXO OPOSTO

 

           Prezado obreiro e internautas em geral que nos acompanham neste blog, trago nesta oportunidade um tema, que tem sido a causa de muitos naufrágios na fé até de obreiros, que conquistaram posições importantes no  ministério. Vamos atentar para essa palavra paulina que diz: Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, Efésios 5:15

 O cuidado com sexo oposto, requer grande vigilância  por parte do ministro cristão, pois tratar com mulher e área complexa, levando se em conta os maldosos que estão procurando uma oportunidade, para criarem uma situação acusatória,  sem falar  daquelas irmãzinhas que possuem más intenções ao se dirigirem freqüentemente ao obreiro, com aquela conversa macia e interminável. Apesar disso, a mulher é indispensável para o bem-estar pessoal, seu ministério,  seu êxito e felicidade. Reconhecidamente, não há ternura igual à do coração duma boa mulher, como não há felicidade que exceda à sua, principalmente  quando ela tem o seu coração entregue inteiramente a Deus.

            Todo ministro precisa ter cuidado para não se exceder nas suas ações e demonstrações de afeto com as mulheres. Deve evitar falar com demasia e liberdade, evitando, por exemplo, segurar-lhes a mão demoradamente, excedendo o tempo necessário de um cumprimento ou saudação. Ter o cuidado no sentido de ficar dando beijinhos e abraços, pois muitos já pagaram caro por essas atitudes imprudentes. 

            As irmãs mais idosas devem ser tratadas como se fosse sua mãe; as da sua faixa etária, como se fossem suas irmãs carnais; e as mais jovens como se fossem suas próprias filhas. O obreiro deve repreendê-las sempre que se fizer necessário, tendo cuidado com as más aparências, que poderão terminar em prejuízo para o seu ministério.

            Havendo necessidade de tratar algum assunto com uma serva de Deus, que o faça na companhia de sua esposa ou de um obreiro de sua confiança. Isto muito ajudará a evitar suspeita contra a sua conduta moral, além de proporcionar credibilidade e livre curso entre os demais membros da igreja. A prudência também ao visitar uma irmã sozinha em sua casa,  é fator preponderante no sentido de evitar crítica e censura em nosso ministério. Transportar no carro uma mulher  quando o obreiro está sozinho, é outro sério problema, no que se refere as acusações.  Em caso de doença e não havendo outra saída, coloque a no banco traseiro do veículo e o perigo das críticas será menor.

            As causas principais desses tipos de tentações são os seguintes:
             1.  Relaxamento na autodisciplina.
2.    Mau relacionamento com a esposa e com a família.
3.    Deixar se envolver com alguma irmã, com quem possa conversar longo tempo, envolvendo-se  até mesmo com assuntos confidencias e íntimos da pessoa.
4.    Dar asas aos pensamentos pecaminosos.
5.    Ficar segurando por longo tempo na mão da irmã, ao cumprimentá-la.
6.    Abraçar, beijar e toca-la demoradamente.
O que fazer, para vencer esse tipo de tentação?
1. Reconhecer o perigo e admitir que se trate de cobiça. 
2. Voltar imediatamente a autodisciplina, fugindo do mal.
1.    Orar a Deus com meditação profunda, pensando no valor do seu ministério.
2.    Procurar eliminar os problemas conjugais, melhorando o relacionamento sexual com a esposa.
3.    Fazer referências positivas à esposa, quando estiver aconselhando uma irmã e em visitação pastoral.
4.    Explorar o potencial sexual que existe entre o casal, para não deixar brechas ao inimigo.
5.    Desconfiar quando uma irmã fica sempre procurando conversas sem fundamentos e sempre no pé do obreiro. Pode ser um laço de Satanás, para derrubar o obreiro. 
6.    Evitar amizade muito chegada com determinados casais. Um não sai da casa do outro. E derrepente surgem  falatórios maliciosos e desgastantes para o ministro, que redundará na perda da autoridade perante o rebanho.
Não esqueçamos de que as irmãs são servas de Deus e merecem a nossa credibilidade, atenção e consideração como pessoas. O que estamos ressaltando aqui é a falta de prudência, na condução desse relacionamento pastoral com o sexo oposto.

Pastor Ival Teodoro da Silva
Presidente da CIEADEP


JUVENTUDE ASSEMBLEIANA DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS, REALIZA SUA MAIOR EBJ


Sob a presidência do pastor Ival Teodoro da Silva e Coordenação do Pastor Ademilson dos Santo, foi realizada a nona EBJ (Escola Bíblica de Jovens na AD de São José dos Pinhais. Ministraram a palavra de Deus os Pastores: Ival Teodoro da Silva e Elenito Beltrão.
Ressaltamos que foi a maior EBJ já realizada em nosso campo, com 1432 inscritos. ao Senhor toda honra e glória hoje e eternamente.

Fonte: UMADSJP

Seguidores