Assista cultos ao vivo

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

MÉDICO CRISTÃO É CONDENADO POR EXPULSAR DEMÔNIO DE PACIENTE.


O médico britânico Thomas O’Brien, de 56 anos, está sendo processado por influenciar religiosamente uma paciente. O médico estava tratando a paciente de uma dor que ela começou a ter após uma cirurgia no estômago quando ele a convenceu a visitar sua igreja.



De acordo com o Daily Mail, quando a paciente visitou a igreja o médico teria expulsado um demônio dela. A paciente passou a frequentar algumas reuniões da igreja, acompanhar seu canal de TV, ler um livro cristão presenteado pelo médico e sua esposa, e recebeu O’Brien para orar em sua casa.



Porém, após uma crise de depressão, que O’Brien afirmou a ela ser relacionada à possessão demoníaca, a paciente relatou o ocorrido ao seu psiquiatra, que relatou o “tratamento espiritual” de O’Brien ao Conselho Geral de Medicina (CGM).



O médico foi submetido a uma audiência em Manchester, e agora enfrenta acusações de má conduta, pelo uso de sua posição profissional para influenciar crenças religiosas a seus pacientes.



– A paciente consultou o Dr. O’Brien por telefone quando estava com muita dor, deprimida e a ponto de se suicidar. No decorrer da consulta por telefone, o Dr. O’Brien perguntou se ela tinha fé, e ela disse que não. Ele disse que ele e sua esposa conheciam uma maneira diferente de curá-la, que não envolvia a medicação – relatou o advogado CGM, Peter Atherto.



– O Dr. O’Brien e sua esposa também convidaram a paciente para almoçar com eles e seus amigos em um restaurante. Um destes amigos era o pastor da igreja. O’Brien e sua esposa fizeram amizade e tentaram evangelizar a paciente. Eles, muitas vezes, oraram com ela e a levaram para reuniões, onde ela participou de práticas religiosas – completou o advogado.



Ao apresentar sua versão da história, O’Brien apresentou documentos mostrando que a relação de sua esposa com a paciente aconteceu apenas com fins cristãos. Porém, a paciente diz acreditar que os atos de bondade do médico e sua esposa eram uma forma de preparação religiosa para causar divisão dentro de sua família.







Escrito por Notícias Gospel

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

NO DIA DE NATAL O GOVERNO DA ÍNDIA DECLAROU QUE PELO MENOS QUATRO MIL CRISTÃOS TERÃO QUE SE CONVERTEREM AO HINDUÍSMO.


A comemoração do nascimento de Cristo, data comemorada por cristãos em todo o mundo, sempre foi alvo de perseguição por parte de muitos grupos na Índia. O governo declarou que neste dia pelo menos quatro mil cristãos terão de se converter ao hinduísmo.
O governo da Índia declarou que 25 de dezembro deve ser comemorado como o “Dia dos Bons Governantes”’ porque esta data passa a homenagear Atal Bihari Vajpayee (ex-primeiro – ministro da Índia, fundador do Janta Partido Bharatiya), bem como o de Pandit Madan Mohan Malaviya (educador indiano e político, conhecido por seu papel no movimento de independência da Índia e sua adoção de nacionalismo hindu).
As escolas terão que organizar um concurso de redação nos dias 24 e 25 de dezembro. Os temas serão divulgados no dia 23 de dezembro. Vários diretores de escolas expressaram sua preocupação com este assunto, argumentando que o plano seria injusto para os estudantes cristãos. Além disso, o plano também iria interferir com a programação de férias regulares da maioria das escolas que iniciam no dia 24 de dezembro ou 25 de dezembro, em virtude do início do inverno.
No dia de Natal, lembre-se de orar pelos cristãos perseguidos pelo governo da Índia que parece ter inúmeras estratégias para desencorajar o cristianismo no país.
Fonte: Notícias Gospeis

domingo, 18 de janeiro de 2015

A IMPORTÂNCIA DE TRAZER OS DÍZIMOS E OFERTAS NA CASA DO TESOURO


MENSAGEM PASTORAL:
TEMA: DÍZIMOS E OFERTAS ALÇADAS
Prezado internauta nós temos uma mensagem importante, para você sobre dízimos e ofertas alçadas. Leia com atenção.
O profeta Malaquias foi bem claro ao transmitir a mensagem referente ao dízimo quando disse: “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal, que dela vos advenha a maior abastança.” Ml 3:10.
A palavra hebraica para “dízimo” (ma’aser) significa literalmente “a décima parte”.
Caro leitor devemos nos certificar de que tudo quanto possuímos pertence a Deus, de modo que aquilo que temos não é nosso, mas é algo que o Senhor nos confiou para cuidar. Não temos nenhum domínio sobre as nossas posses, tem no o Senhor.
É nosso dever decidir, de todo o coração, servir a Deus, e não ao dinheiro (Mt 6:19-24; 2 Co 8:5). A Bíblia deixa claro que a cobiça é uma forma de idolatria (Cl 3:5).
As nossas contribuições devem ser para a promoção do reino de Deus, especialmente para a obra de Deus onde congregamos e a disseminação do evangelho pelo mundo (1Co 9:4-14; Fp 4:15-18; 1Tm 5:17,18), para ajudar aos necessitados (Pv 19:17; Gl 2:10; 2Co 8:14; 9:2), para acumular tesouros no céu (Mt 6:20; Lc 6:32-35) e para aprender a temer ao Senhor (Dt 14:22,23).
Nossas contribuições devem ser proporcionais à nossa renda. No Antigo Testamento, o dízimo era calculado em uma décima parte. Dar menos que isto era desobediência a Deus. Ou seja, equivalia a roubá-lo (Ml 3:8-10). Semelhantemente, no Novo Testamento, Deus requer que as nossas contribuições sejam proporcionais àquilo que Deus nos tem dado (1Co 16:2; 2 Co 8:2-3,12).
Nossas contribuições devem ser voluntárias e generosas, pois assim é ensinado tanto no Antiga (Êx 25:1,2; 2Cr 24:8-11) quanto no Nova aliança (2 Co 8:1-5,11,12). Não devemos hesitar em contribuir de modo sacrificial (2 Co 8:3), pois foi com tal espírito, que o Senhor Jesus entregou-se por nós naquela rude Cruz, (2 Co 8:9). Para Deus, o sacrifício com amor é muito mais importante do que o valor monetário da dádiva (Lc 21:1-4).
Não nos esqueçamos das ofertas alçadas ou tiradas, quer para missão, construções, evangelismo e trabalhos sociais da igreja. Confira Deuteronômio 12: 6 que nos diz: E ali trareis os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos, e a oferta alçada da vossa mão, e os vossos votos, e as vossas ofertas voluntárias, e os primogênitos das vossas vacas e das vossas ovelhas.
Reafirmamos ainda, que as nossas contribuições devem ser dadas com alegria,
(2 Co 9:7), pois o exemplo dos israelitas em (Êx 35: 21-29; 2 Cr 24:10) , quanto o dos cristãos macedônios em (2 Co 8:1-5) nos servem de modelos.
Amado leitor que Deus continue manifestando a sua graça, dando-lhe vitoria em todas as áreas de sua vida e que sejas um fiel contribuinte para a obra do Mestre.
Cordialmente,
Pastor Ival Teodoro da Silva
Presidente da CIEADEP

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

PASTOR IVAL MINISTRA NA POSSE DO GOVERNADOR BETO RICHA.


O governador Beto Richa e a vice-governadora eleita Cida Borghetti tomaram posse nesta quinta-feira (1). 
A solenidade teve início às 16 horas, na Assembleia Legislativa do Paraná, onde o governador e a vice prestaram o Compromisso Constitucional, que foi seguido da leitura do Termo de Posse.

Em seguida, às 17 horas, Richa e Cida foi até o Palácio Iguaçu, para a cerimônia de recondução ao cargo de governador e transmissão do cargo de vice-governador. Durante a solenidade, foram também nomeados os novos secretários de Estado. 

RESPEITO AO POVO EVANGÉLICO.

Em honra à família evangelica o cerimonial convidou o pastor Ival Teodoro da Silva Presidente da Assembleia de Deus no Paraná, a pedido do governador e da primeira Dama Fernanda Richa, para orar e abençoar o novo governo de Beto Richa.
O pastor Ival salientou a necessidade de interceder pelas autoridades que estão em eminência. Citando 1 Tm. 2. 1-2 que diz: "Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; pelos reis, e por todos os que estão em eminência".

Oremos pelo Governo Beto Richa e equipe, para que cresçamos sob a bênção de Deus.



sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

ROSANE EX MULHER DE COLLOR LANÇA LIVRO E FALA SOBRE RITUAIS DE MAGIA NA CASA DA DINDA.



"O grande problema de Fernando era com Pedro. E o meu, com Thereza, a mulher dele". Rosane diz que o irmão caçula do ex-marido tinha ódio do ex-presidente. Segundo ela, Pedro sustentava que Fernando cantava Thereza.

Rosane era — Cortejada pelo então prefeito de Maceió Fernando Collor de Mello, a menina que ainda usava uniforme escolar, aos 15 anos, e vivia sob ordens severas do pai não imaginava que seria a futura esposa do 32º presidente da República do Brasil. Envaidecida e animada com os elogios, ela levou adiante o flerte, consumado anos mais tarde, após um telefonema surpresa. O roteiro que poderia ser apenas de uma garota apaixonada esbarrou no destino atribulado de Rosane. Ela enfrentou, no centro do poder, crises de depressão, medo do suicídio do marido e “humilhações públicas”, segundo diz no livro lançado na quinta-feira, em Maceió. “Tudo o que vi e vivi” (R$ 39,90, editora LeYa) é a versão de Rosane Malta (agora com o nome de divorciada) sobre a sua relação com o ex-presidente apeado do poder.
— É uma história dolorosa e triste. Mas uma história bonita que poderia terminar da melhor forma possível. Eu aprendi desde criança a falar a verdade. Se não pudesse, não falava nada. Então, tudo o que digo no livro é verdade — afirma ela ao GLOBO.
Mesmo vivenciando a conturbada rotina de primeira-dama, com muitas brigas conjugais, Rosane subiu a rampa do Palácio do Planalto após o impeachment, apertou a mão de Collor, e disse: “Levante a cabeça. Não abaixe, não. Seja forte”. Collor é, segundo ela, o maior amor e a maior decepção de sua vida. Em 288 páginas, Rosane relata intrigas familiares, os rituais macabros que eram realizados na Casa da Dinda, os esquemas do ex-tesoureiro de campanha de Collor, além da morte de PC Farias e do destino do dinheiro do esquema de corrupção.
Durante a Presidência da República, ela conta que Collor usava a Casa da Dinda para rituais que pudessem fortalecê-lo politicamente. O relato mais forte sobre as sessões realizadas pela Mãe Cecília, de confiança do ex-marido, envolveu fetos humanos.
“Cecília me contou que, certa vez, fez um trabalho para Fernando envolvendo fetos humanos. Ela pegou filhas de santo grávidas, fez com que abortassem e sacrificou os fetos para dar às entidades. Uma coisa terrível, da qual ela obviamente se arrepende. Quando eu soube disso, chorei copiosamente”.
Um dos primeiros “trabalhos” dos quais Rosane teve notícia ocorreu quando Collor ficou enfurecido com a decisão de Silvio Santos de se candidatar à Presidência em 1989. E ainda mais com o apoio de José Sarney, seu inimigo político. O dono do SBT havia dito a Collor que não concorreria ao cargo, mas descumpriu o acordo. O candidato do PRN, então, encomendou um “trabalho”. Pouco depois, a candidatura de Silvio foi impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral.
Perguntada se tem medo da repercussão e de possíveis processos judiciais por conta das revelações do livro, Rosane responde de forma tranquila:
— Estamos muito bem documentados. E não temos preocupação em relação isso. Tudo o que eu falei eu vi e vivi, como diz o título do livro. É realmente isso.

Seguidores